• MOÇAMBIQUE/NYUSI RENOVA PEDIDO DE APOIO À MEMBRO NÃO PERMANENTE DA ONU
WhatsApp Image 2022-06-03 at 09.24.36

Guiné Equatorial reafirma apoio a Moçambique na candidatura ao Conselho de Segurança da ONU


A Guiné Equatorial reitera o seu apoio à candidatura de Moçambique a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.
Este voto de confiança foi reafirmado ontem pelo respectivo Presidente, Teodoro Obiang, no contexto da visita de Estado que o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, efectua àquele país do ocidente africano.
O facto foi revelado por Filipe Nyusi em declarações que se seguiram ao encontro que os dois estadistas mantiveram para conversações oficiais.
Guiné Equatorial já foi membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Espera-se que Moçambique tire proveito da experiência deste país caso seja eleito nas eleições já a decorrerem próxima semana em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, em Assembleia-Geral da ONU.
Esta é a primeira vez que Moçambique se candidata a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas em 47 anos de filiação a esta organização mundial.
A campanha de candidatura decorre desde 16 de Setembro de 2021, lançada pelo Presidente da República.
A ser eleito membro, Moçambique irá substituir o Quénia.
A presença e actuação de Moçambique no Conselho de Segurança da ONU fundamentam-se nos princípios da política externa do país, nomeadamente: primazia da solução negociada e pacífica dos conflitos; não-ingerência nos assuntos internos e reciprocidade de benefícios; prossecução de uma política de paz; respeito pelos direitos humanos e pelo primado da lei; desarmamento geral e universal de todos os Estados e estabelecimento de relações de amizade e cooperação com outros países na base de respeito mútuo pela soberania e integridade territorial e igualdade.

Share on:
Anterior
IMG-20220603-WA0009
Nacional

Neutralidade no conflito Rússia-Ucrânia não compromete eleição do país ao CS-ONU

Próxima
PEDRO COMISSA_RIO
Nacional

Avalia Pedro Comissário: candidatura ao Conselho de Segurança da ONU bem encaminhada

Leave a Reply

Your email address will not be published.