• MOÇAMBIQUE/NYUSI RENOVA PEDIDO DE APOIO À MEMBRO NÃO PERMANENTE DA ONU
FOTO 1

Portugal vai apoiar Moçambique para fazer excelente mandato no CS-ONU

Para assegurar o voto, a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, manteve ontem encontros com os ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação da Jamaica, de Portugal e do Japão, bem como com o encarregado de Negócios dos Estados Unidos da América.

À saída do encontro com Portugal, o ministro dos Negócios Estrangeiros deste país, João Gomes Cravinho, reiterou o apoio à nossa candidatura e prometeu forte apoio para que Moçambique faça um excelente mandato no Conselho de Segurança, justificando que as prioridades moçambicanas são as prioridades do Conselho de Segurança.

“A nossa convicção é que as prioridades moçambicanas são precisamente as prioridades do mundo e do Conselho de Segurança das Nações Unidas, nomeadamente temas como combate ao terrorismo, as questões relacionadas com os desafios provocados pelas alterações climáticas à segurança internacional”, apontou.

Para o chefe da diplomacia portuguesa, Moçambique é um país muito prestigiado nas Nações Unidas e com muita experiência, referindo-se, como exemplo, ao facto de já ter tido no seu território uma missão mandatada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A ministra moçambicana classificou os encontros de positivos e manifestou esperança na eleição para o órgão das Nações Unidas que zela pela manutenção da paz e segurança internacional.

Lembre-se que Moçambique leva ao Conselho de Segurança a sua longa experiência na resolução de conflitos dentro e fora país. Se for eleito, vai substituir o Quénia, actual representante africano no órgão.

Share on:
Anterior
ASSEMBLEIA GERAL
Internacional

Moçambique eleito membro do Conselho de Segurança da ONU

Próxima
ENCARREGADO DE NEGÓCIOS NA MISSÃO DOS EUA NA OU E A MINISTRA MACAMO
Nacional

Moçambique será uma voz importante para África no CS-ONU